Estabelecimento é fechado por descumprir regras de prevenção em Camboriú




A Prefeitura de Camboriú, por meio do Centro de Enfrentamento e Prevenção ao Coronavírus (CEPC), fiscaliza, diariamente, os estabelecimentos comerciais, restaurantes, lanchonetes, empresas, academia, igrejas e outros ramos de atividade. O trabalho é para fiscalizar se as medidas para evitar a propagação do vírus estão sendo tomadas, com o objetivo de diminuir a curva de crescimento de pessoas infectadas.

LEIA TAMBÉM:
Vereador de BC solta “tô coçando o pinto mesmo” durante sessão online da câmara

Nesta semana um estabelecimento comercial foi fechado. No dia 28 de abril lugar estabelecimento foi notificado pelo Núcleo de fiscalização e Orientação do CEPC. “Quando retornamos ao local tivemos de interditar. Havia aglomeração de pessoas, sem máscaras, mau acondicionamento dos produtos e carnes embaladas sem selo de inspeção municipal (SIM)”, destaca a fiscal da Vigilância sanitária, Rosineia Catarina. O estabelecimento já se adequou e nesta quinta-feira, dia 21 foi reaberto.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O objetivo da fiscalização é orientar, mas de acordo com o secretário de Proteção e Defesa Civil, Adelson Maçaneiro Coelho, medidas mais rigorosas precisarão ser adotadas se continuar aumentado o número de casos de Covid-19. “Todo o comércio do município já foi orientado. Se encontramos estabelecimentos descumprindo alguma regra receberá uma notificação, emitida pelo núcleo do CEPC. Será dado um prazo para adequação dependendo da infração”, explica.

Em caso de reincidência o proprietário poderá ser autuado e/ou interditado. “A Prefeitura, a Polícia Militar, o PROCON e a Vigilância Sanitária estarão atuando juntos nas notificações”, conclui Adelson.








via:CAMBORIU NEWS